Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi




A _ cor _ dar , é preciso !


quinta-feira, julho 31, 2008

Côr de sei todas as estórias .



Eu não sei muitas coisas , é verdade.

Apenas falo do que tenho visto.
E
Já vi ...
Que o berço do homem o embalam com estórias.
Que os gritos de angustia do homem os afogam com estórias.
Que o pranto do homem o tapam com estórias.
Que os ossos do homem os enterram com estórias.
E que o medo do homem ...
Inventou todas as estórias.

Sei muito poucas coisas , é verdade, mas adormeceram - me com todas as estórias .
E
Sei todas as estórias . . . !

Léon Felipe

E momentos há , que sinto um certo cansaço de
certas estórias .
Não por elas em si , mas pela repetição. !

quarta-feira, julho 30, 2008

Côr de vulnerabilidade .

A Felicidade é como uma chuvada !

Começa , geralmente com uns pingos e ... de repente ... o que eram pingos , transformam - se em chuva .

E maravilha ... fica-se banhado por ela , melhor ainda, ensopado nela.

Mas para que isso aconteça , é necessário , e tão sòmente, que estejemos vulneráveis.

Que não nos protejamos.

Mas cuidado ... porque as chuvadas assim como vêm ... vão !

Há que aproveitá-las.

_ isso .! _

terça-feira, julho 29, 2008

segunda-feira, julho 28, 2008

Côr de Criatura .



Sei de uma criatura antiga e formidável
Que a si mesma devora os membros e as entranhas, com a sofreguidão da fome insaciável.
Habita juntamente os vales e as montanhas.
E no mar, que se rasga, à maneira do abismo, espreguiça-se toda em convulsões estranhas.

Traz impresso na fronte o obscuro despotismo.
Cada olhar que despede, acerbo e mavioso, parece uma expansão de amor e egoísmo.
Friamente contempla o desespero e o gozo.
Gosta do colibri, como gosta do verme.
E cinge ao coração o belo e o monstruoso.
Para ela o chacal é, como a rola, inerme.

E caminha na terra imperturbável, como pelo vasto arealum vasto paquiderme.
Na árvore que rebenta o seu primeiro gomo, vem a folha, que lento e lento se desdobra.
Depois a flor, depois o suspirado pomo.

Pois essa criatura está em toda a obra.
Cresta o seio da flor e corrompe-lhe o fruto, e é nesse destruir que as suas forças dobra.

Ama de igual amor o poluto e o impoluto.
Começa e recomeça uma perpétua lida.
E sorrindo obedece ao divino estatuto.

Tu dirás que é a morte ... Eu direi que é a vida. !

Machado de Assis

_ E nós que diremos ... Sabemos tão pouco, ou , mesmo nada, de ambas ! _

domingo, julho 27, 2008

Côr de desierto / Lhasa .



He venido al desierto pa reírme de tu amor
Que el desierto es más tierno y la espina besa mejor.

Porque el alma prende fuego cuando
deja de amar !

Côr de con toda a palavra .

sábado, julho 26, 2008

Côr de atitude .


Uma mulher acordou uma manhã, olhou no espelho e percebeu que tinha
sòmente três fios de cabelo na cabeça.
Bom _ disse ela _ acho que vou trançar meus cabelos , hoje.

Assim fez e teve ... um dia maravilhoso.

No dia seguinte acordou, olhou no espelho e viu que tinha sòmente
dois fios de cabelo na cabeça.
Hummm , acho que vou repartir meu cabelo ao meio , hoje.

Assim fez e teve ... um dia magnífico .

No dia seguinte acordou, olhou no espelho e percebeu que tinha
apenas um fio de cabelo na cabeça.
Bem , hoje vou amarrar meu cabelo como um rabo de cavalo.

Assim fez e ... teve um dia divertido.

No dia seguinte acordou, olhou no espelho , e percebeu que não havia
um único fio de cabelo na cabeça.

- Yeeesss ... _ exclamou ela _ hoje ... não tenho que pentear meu cabelo!

Autor desconhecido




_ A ATITUDE É TUDO _

Vivamos com simplicidade , e, principalmente , não reclamemos , gratuitamente .
Preocupemo - nos em agradecer pelo que somos , e pelo que temos !

E lembremo - nos que cada pessoa com a qual convivemos , está a travar , sempre , algum tipo de batalha .!

sexta-feira, julho 25, 2008

Côr de jogos .



Nunca
Te disseram que a aparência é só o primeiro lance ...
Em todos os jogos

Sempre . . . Uma carta escondida .!

Albano Martins

quinta-feira, julho 24, 2008

quarta-feira, julho 23, 2008

Côr de Consolar .



Sou feliz
Só por preguissa!

A infelicidade dá uma trabalheira pior que uma doença.
_ É preciso sair dela, afastar os que nos querem consolar , aceitar pêsamos por uma porção da alma que nem chegou a falecer _ .!

Mia Couto

Bem ... e "aquele " prazer que algunas pessoas têm em
" Consolar " ?!

segunda-feira, julho 21, 2008

Côr de menina lilaz .



_ Cativa-me _ ?!

Quando se faz esse pedido, já se está cativo.
Ninguém o é sem querer.
Porque quando se faz tal pedido , o coração e o espiríto já estão abertos, para tal.

Neste caso concreto, ambos já o estão há muito tempo.
A raposa, porque sempre soube que meninas vestidas de lilaz, não receiam os seus amigos animais.
_ Amam - os e respeitam - os _
A menina, porque terá sempre essa cor a rodeá - la . A cor do visivel , através do coração .

E o mais importante ... ambas sabem que ser cativo , não significa ficar preso.
Há sempre aquela distância necessária à individualidade e ao ser de cada um.
Cativar sem posse e com respeito é a chave.

E com esta chave ,tentar tornar o mundo que nos rodeia , um pouco melhor!
Oxalá .!

domingo, julho 20, 2008

Côr de ... depende .


Sou como você me vê !

Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando, e como , você me vê passar. !


Clarice Lispector

sábado, julho 19, 2008

Côr de ... a paz que vos pedimos .



A paz sem vencedor e sem vencidos !

Dai-nos Senhor a paz que vos pedimos
A paz sem vencedor e sem vencidos
Que o tempo que nos deste seja um novo recomeço de esperança e de justiça.

Dai-nos Senhor a paz que vos pedimos !
A paz sem vencedor e sem vencidos

Erguei o nosso ser à transparência para podermos ler melhor a vida !
Para entendermos vosso mandamento
Para que venha a nós o vosso reino .

Dai-nos Senhor a paz que vos pedimos
A paz sem vencedor e sem vencidos .

Fazei Senhor que a paz seja de todos !
Dai-nos a paz que nasce da verdade, dai-nos a paz que nasce da justiça , dai-nos a paz chamada liberdade !

Dai-nos Senhor paz que vos pedimos ,
A paz sem vencedor e sem vencidos . !

Sophia de Mello Breyner

quinta-feira, julho 17, 2008

Côr de comoção .



Desde há muitos anos que os meus amigos animais , foram abolidos da minha dieta alimentar.

Aparecem, constantemente , imagens mostrando que os animais estão para além , da função que o homem lhes atribui .


Esta é uma delas !

Quantas pessoas, ainda , se alimentarão , de um ser , que nos dá uma lição de _ aceitação , tolerâcia

e
amor _ ?!

quarta-feira, julho 16, 2008

terça-feira, julho 15, 2008

Côr de atravessar a rua .


Um menino de cinco anos , com a cara lavada em lágimas e visivelmente perturbado, transportando ao ombro um pequeno saco, dava repetídas voltas ao mesmo quarteirão , de um bairro da cidade.
Um policia que reparou na cena , aproximou-se, e perguntou -lhe o que se passava e se o poderia ajudar .
_ Fugi de casa _ respondeu a criança _ mas o meu pai proibiu-me de atravessar a rua sózinho .

*

Ronald David Laing

*

*

A quantos de nós , senão a todos, já aconteceu o mesmo ... ?!
Fugir de casa ... e ... proibirmo -nos ... de _ Atravessar a rua Sòzinhos _

Ou , então ...

Não fugir de casa ... por recear não saber ... _ Atravessar a rua Sòzinho _ .!

segunda-feira, julho 14, 2008

Côr de Existência .



O pior
Carcere não é o que aprisiona o corpo, mas o que asfixia a mente e, sobretudo, algema a emoção !

Ser livre é ter tempo para as coisas que se ama .
Mas acima de tudo ... ser livre é
Ter um caso de amor com a Existência e desvendar os seus Mistérios .!

domingo, julho 13, 2008

sábado, julho 12, 2008

Côr de Smile / Nat King Cole



Letra, composta em 1954, por John Turner e interpretada, pela primeira vez, por Nat king Cole.

Côr de Smile .



Musica composta, em 1936, por Charles Chaplin, para o filme , Tempos Modernos .

Côr de riso saudável .



O riso
É a única característica específica do ser humano !

Há animais que conseguem raciocinar, mas gracejar, sorrir ... não .
Os animais são seres sérios , mesmo quando brincam.

E o homem ao utilizar essa capacidade , está a libertar-se, dessa parte animal .
Torna-se mais leve e todas as células relaxam.
_O riso é vida, amor , luz _.
O riso nada tem a ver com a mente.
Ele vem de cá de dentro ... do âmago do nosso ser .

O riso, na sua forma mais pura, é a actividade mais energética que o homem pode oferecer a si próprio.

Pena ... estarmos cada vez mais Sérios .
E mais ... pela a confusão que se estabeleceu ... no que , verdadeiramente, é digno de nos provocar essa saudável atitude .!

sexta-feira, julho 11, 2008

Côr de metade .


Que a força do medo que tenho , não me impeça de ver o que SINTO .

Que a morte de tudo que acredito não me tape os ouvidos e a boca, porque metade de mim é o grito, mas a outra metade é o silêncio.

Que a música que ouço ao longe seja linda , e que a pessoa que eu amo esteja sempre amada, mesmo que distante, porque metade de mim é partir e a outra metade é saudade.

Que essa minha vontade de ir embora se transforme na calma e na paz que eu mereço, que essa tensão que me corrói por dentro, seja um dia recompensada, porque metade de mim é o que penso e a outra metade é o vulcão.

Que seja preciso mais que uma simples alegria para me fazer aquietar o espírito, e que o teu silencio me fale cada vez mais, porque metade de mim é abrigo, mas a outra metade é cansaço. !

Oswaldo Montenegro

quinta-feira, julho 10, 2008

Côr de qual arte ?!



A arte de agradar, muitas vezes, encobre a arte de ... enganar .!
Mássima Hassídica

quarta-feira, julho 09, 2008

Côr de cura .



Se
Algum dia te enjoares de palavras, como acontece a todos
,
e estiveres farta de as ouvires, de as dizeres .
Se uma qualquer que escolhas te parecer gasta e sem brilho, inválida ...
Se
Sentires náuseas quando ouvires " horrível " ou " divino " a propósito de qualquer assunto _ é evidente que a cura não

está numa sopa de letras.

Deves fazer o seguinte ... cozinhar al dente um prato de esparguete que vais condimentar com o tempero mais simples ... alho , azeite e pimento .

Do lado direito do prato coloca um livro aberto.
Do lado esquerdo coloca, também, um livro aberto.
Em frente , um copo cheio de vinho tinto, seco
.

Não é recomendável qualquer outra companhia !

Passa ao acaso as páginas de um e outro livro

_ mas ambos terão de ser de poesia _ .
os bons poetas nos curam da fartura das palavras. !

Assim como a comida simples nos cura dos excessos da gula .!


Héctor A. Faciolince _ Receitas de amor para mulheres tristes _

segunda-feira, julho 07, 2008

Côr de dois homens da minha vida .


O_ meu_ pintor , nasceu no dia 7 de julho de 1887 !

Outro homem que foi , anos atrás , meu ... amor , companheiro , amigo , entre outras coisas mais, também , nasceu neste dia .
Interessante !

Este é o meu quadro preferído.

Esta era a nossa forma de estar na vida ... e ... talvez, um dos factores, de agora, sermos só amigos ... ?!

Parabens e obrigada a ambos,

Por Existirem . !

domingo, julho 06, 2008

Côr de teia .


Um bom domingo ... e espreitem esta pequeníssima mostra de uma , das muitas belas obras de arte existentes na ... natureza !

sábado, julho 05, 2008

Côr de ternura merecida .

Sei que a ternura
Não é coisa que se peça,
E dar-se não significa
Que alguém a queira ou mereça.
Estas verdades,
Que são do senso comum,
Não me dão conformação
Nem sentimento nenhum
De haver força e dignidade
Na minha sabedoria .

Eu preferia ,
- Sinceramente , preferia -
Que, contra as leis recolhidas
No que ficou dos destroços
De outras vidas ...
Tu me desses a ternura que te peço .

Ou que , por fim ... reparasses ...
_Que a mereço _ .!

Reinaldo Ferreira

sexta-feira, julho 04, 2008

Côr de estalar de um vidro .



Não sei se alguma vez viste
crescer a morte sobre um corpo.
É
Como uma infância
De que se desconhecem os modos
Ou o lento estalar de um vidro .

São como imagens as imagens ,
partidas esse abandono de partir
o que em água viram os olhos .

Por esse lençol subido de silêncio
sobe nu de tempo um homem
com mãos devagar de luz .
A morte cresce com ele ,
É o seu corpo que poderá ser
A palavra !


Pedro Sena - Lino

quarta-feira, julho 02, 2008

Côr de Sê .


_ If you cannot be a poet , be a poem _

David Carradine

Mas se não fores o poema ,

A frase , a palavra , a letra , o ponto , a vírgula , a linha ou o espaço .
Ou mesmo a intenção !

Mas ... .!

terça-feira, julho 01, 2008

Côr de aurora .




Chegamos à manhã ... pelo caminho da noite .!