Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi




A _ cor _ dar , é preciso !


sábado, agosto 30, 2008

Côr de mundo novo .




Um mundo novo nós queremos ...
O que tenha tudo de novo e nada de mundo
!


Mia Couto _ Cada homem é uma raça _


O nosso mundo está doente ... mas existe nele tanta beleza!
É necessário, isso sim , que Homem se redima do mal que tem vindo a fazer á terra que, neste momento, é a sua, e a cuide melhor !
Portanto, precisamos sim, de algo novo ... o Homem !

sexta-feira, agosto 29, 2008

Côr de receita .



Tome-se
Um poeta não cansado,
Uma nuvem de sonho e uma flor ,
Três gotas de tristeza , um tom dourado,
Uma veia sangrando , de pavor.


Quando a massa já ferve e se retorce ... Deita-se a luz dum corpo de mulher.
De uma pitada de morte se reforce,
Que um amor de poeta ... assim requer
!


José Saramago

quinta-feira, agosto 28, 2008

Côr de sonhos .



Foram
Pètalas ou olhos de deusas o que calquei ?

Não ,
Não digam

Eu sei
Que foram sonhos !

Daniel Faria

quarta-feira, agosto 27, 2008

Côr de tenho ... !


Pai
Tenho medo de morrer depois da morte ...
Tenho medo de morrer antes da vida
!


Daniel Faria

terça-feira, agosto 26, 2008

Côr de ... a minha casa .



A minha casa é concha.
Como os bichos segreguei-a com paciência.
Fechada de marés , a sonho e lixos ,
O horto e os muros só areia e ausência.

Minha casa sou eu e os meus caprichos.
O orgulho carregado de inocência.
Se às vezes dá uma varanda , vence-a o sal que os santos esboroou nos nichos.

E telhados de vidro , e escadarias frágeis , cobertas de hera , oh bronze falso.
Lareira aberta ao vento , salas frias.

A minha casa ... Mas é outra história ...
Sou eu ao vento e à chuva descalço,
Sentado numa pedra de memória !

Vitorino Nemésio

segunda-feira, agosto 25, 2008

Côr de ... já tive este olhar .



Há muito que não sentia este _ Sentir _ perante um olhar !

Talvez, porque tenha algo de meu ... quando criança.
Aqule misto de espectativa e receio .

A gatinha deve perguntar-se se valerá sair do buraco .
Eu responderia que sim.
Pode levar umas arranhadelas , mas também pode encontrar amiguinhos e aprender umas coisitas.
De tudo um pouco.
Como na vida !

O olhar , provavelmente ficará um nadinha diferente, mas a sua beleza de crença, continuará.

Há olhares que não mudam , no que toca á beleza.
Porque vem de dentro.
Podem ficar mais reservados , menos espectactantes, menos alegres , até ... mas permanece aquela coisa com a qual se nasceu ... um querer acreditar .

Tenho a certeza que esta gatinha será sempre um ser meigo, mesmo que triste .
Este Olhar não mente.

domingo, agosto 24, 2008

Côr de ... dai - me .


Dai-me
Força para travar o bom combate ,
Sabedoria para percorrer o bom caminho
e
Abrir o coração ao amor e ao belo .

Amem !

sábado, agosto 23, 2008

Côr de erro .



Na simplicidade,
Aprendemos que reconhecer um erro , não nos diminui.
Mas engrandece.
E que as pesoas não existem para nos admirar,
Mas para compartilhar ... _ A beleza da existência . _

Mario Quintana

Apenas existe um pequeno problema ... a dificuldade que temos em ser simples !

sexta-feira, agosto 22, 2008

Côr de lago .


ONDE COLOCA O SAL ? !

O velho Mestre pediu a um jovem triste , que colocasse uma mão cheia de sal num copo d'água e bebesse.
Qual é o gosto ? - perguntou o Mestre.
Ruim - disse o aprendiz.
O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago.

Os dois caminharam em silêncio e ... o jovem jogou o sal no lago.
Então o velho disse
_ Beba um pouco dessa água _

Enquanto a água escorria do queixo do jovem , o Mestre perguntou ...
_ Qual é o gosto ?_
_ Bom! _ disse o rapaz .

Você sente o gosto do sal ? _ perguntou o Mestre .
_ Não _ disse o jovem.
O Mestre então, sentou ao lado do jovem, pegou em suas mãos e disse ...

_ A dor na vida de uma pessoa não muda _

É deixar de ser copo para tornar - se um lago.

Somos o que fazemos, mas somos principalmente, o que fazemos para mudar o que somos.

Mas o sabor da dor depende de onde a colocamos.

Quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido de tudo o que está à sua volta.

E dar mais valor ao que tem, do que ao que perdeu !

É deixar de Ser copo para tornar-se lago.

Autor desconhecido

Somos nós . . . que temperamos a nossa vida!

quinta-feira, agosto 21, 2008

quarta-feira, agosto 20, 2008

Côr de ... tem presente .



Tem
Sempre presente que a pele se enruga, o cabelo embranquece,
os dias convertem-se em anos !

Mas o que é mais importante não muda.
A tua força e convicção não têm idade.
O teu espírito é como qualquer teia de aranha.

Atrás de cada linha de chegada, há uma de partida.
Atrás de cada conquista, vem um novo desafio.

Enquanto estiveres viva, sente-te viva.
Se sentes saudades do que fazias, volta a fazê-lo.
Não vivas de fotografias amarelecidas...


Continua, quando todos esperam que desistas.

Não deixes que enferruje o ferro que existe em ti.
Faz com que em vez de pena, te tenham respeito.


Quando não conseguires correr através dos anos, trota .
Quando não consigas trotar, caminha.
Quando não consigas caminhar, usa uma bengala.


Mas nunca te detenhas .!


Madre Teresa de Calcutá


Para todas as mulhers ... sobretudo para as que, ainda , lutam pelo respeito e dignidade que lhes são devidos .
Mesmo que essa que luta seja ... consigo mesmas .!

terça-feira, agosto 19, 2008

Côr de crescer .


Crescer
É algo não muito suave e até doloroso.
É ... desfazer as amarras que nos liga ao passado.
E mais importante e mais difícil ... não criar expectativas em relação ao futuro.

Porque o crescimento , não só não o dominamos , como também não tem a ver apenas connosco , mas com tudo nos rodeia.

Se nos propusermos viver dia após dia, e acatando os acontecimentos com um " sim " ...
O Crescimento inicia e ... Acontece !

segunda-feira, agosto 18, 2008

domingo, agosto 17, 2008

Côr de coração de mulher .



Coração de mulher,
Violino
Bem-me-quer , mal-me-quer
Destino!

Trovador namorado,
Cautela
Torna a ária do seu dado
Singela

Se o violino se cala,
se é mudo,
Põe mel na tua fala,
Veludo

Ai, quanto violino , em dor,
Se parte
Nas mãos do tocador,
Sem arte
!


Pedro
Homem de Mello

sábado, agosto 16, 2008

Côr de ... mesmo parado , caminha .


Um gato vivo é qualquer coisa linda !

Nada existe com mais serenidade

Mesmo parado ele caminha ainda , as selvas sinuosas da saudade , de ter sido feroz.
À sua vinda, altas correntes de eletricidade rompem do ar , as lâminas em cinza numa silenciosa tempestade.
Por isso ele está sempre a rir de cada um de nós, e ao morrer perde o veludo , fica torpe, ao avesso, opaco, torto .
Acaba, é o antigato.
Porque nada nada parece mais com o fim de tudo ...
Que um gato morto.
!

Vinicius de Morais

sexta-feira, agosto 15, 2008

Côr de perenidade .



No coração da mina mais secreta,
No interior do fruto mais distante,
Na vibração da nota mais discreta,
No búzio mais convolto e ressoante.

Na camada mais densa da pintura,
Na veia que no corpo mais nos sonde.

Na palavra que diga mais brandura,

Na raiz que mais desce, mais esconde.

No silêncio mais fundo desta pausa ... em que a vida se fez . . . perenidade,
Procuro a tua mão, decifro a causa ... De querer e não crer, final . . . intimidade. !

Josè Saramago

quarta-feira, agosto 13, 2008

Côr de Mães .


Mães
São circulares .
Carregam o mundo no ventre
E
No mistério ,
Unem terra e céu !



Alexandre Duarte

Lembrando as duas mulheres mais importantes , na minha vida.

Minha Mãe e minha Sogra !


Não é saudade , até porque não posso ter saudade duma grande parte do meu ser.

Duas mulheres tão diferentes , mas tão iguais na firmeza e no respeito que nutriam por si e por tudo que era vida.
Uma deu-me o ventre e outra deu-me colo.
Além de um pouco da sua
vasta e inata sabedoria.
E
Cada dia que passa, apercebo -me mais e mais , da sorte que tive ... Privar com duas Sábias !

A forma de agradecimento ... tentar não as desiludir.

No sítio onde se encontram, Elas sabem -no .!

segunda-feira, agosto 11, 2008

Côr de atitude .


Transmitamos vida ...
Quando regamos uma planta , no afaga dado aos nosos companheiros de quatro patas , ao sorriso oferecido quando pedimos um simples café ...
Experimentemos, mesmo que seja apenas por um dia, transmitir vida em todas as nossas atitudes.
Da menor à maior.
A energia que daí advem , é imensurável.
Tentemos .!

domingo, agosto 10, 2008

Côr de Bartolomeu Sozinho .



Aos dez anos, todos nos dizem que somos espertos ,
mas que nos faltam ideias próprias.
Aos vinte, dizem que somos muito espertos ,
mas que não venhamos com ideias .
Aos trinta , pensamos que ninguém mais tem ideias.
Aos quarenta, achamos que as ideias dos outros
são todas nossas.
Aos cinquenta, pensamos com suficiente sabedoria ,
para já não ter ideias.
Aos sessenta , temos ideias , mas esquecemos
do que estávamos a pensar.
Aos setenta , só de pensar já nos faz dormir.
Aos oitenta , só pensamos quando dormimos.!

Mia Couto


Estamos , apenas , perante a fala do _ Sr. Bartolomeu Sozinho _

Porque ... idade versus ideias ... é uma causa tão antiga,
que nem remédios nem venenos , nem Deus nem o Diabo . . .
resolverão .!

sábado, agosto 09, 2008

Côr de exemplo .



O que me impressiona, à vista de um macaco, não é que ele tenha sido nosso passado ...
É este pressentimento de que ele venha a ser nosso futuro.

Mário Quintana

E se tal acontecer . . . _ Oh Felicidade _

sexta-feira, agosto 08, 2008

Côr de a semente .


No início,
Eu queria um instante.
Aflor.

Depois,
nem a eternidade me bastava .
E desejava a vertigem do incêndio partilhado.
O fruto.

Agora,
quero apenas
o que havia antes de haver vida.
A semente .!

Mia Couto

quinta-feira, agosto 07, 2008

Côr de eterno .



Eterno,
É tudo aquilo que dura uma fração de segundo, mas com

tamanha intensidade, que se petrifica, e nenhuma força
jamais o resgata .!

Mário Qintana

terça-feira, agosto 05, 2008

Côr de ... os palpites .




A prudência
É uma virtude pouco utilizada , nos momentos
que correm.

Uns pensam que é um disfarce dos fracos ou dos tímidos,

outros que é a máscara dos hipócritas.
Mas não ... é o sentido da oportunidade que entende

o momento certo e é capaz de escolher os meios certos
para o desafio certo.

Sim , faz muita falta , mesmo na sua forma mais simples ,

o bom senso.
Que devia ser , mas não é , o senso comum.

Vasco Pinto de Magalhães

E mais preocupante ... _ que seja preterido , em nome da " franqueza " e " amizade "
_

segunda-feira, agosto 04, 2008

Côr de xeque - mate .



Tentemos
não fazer da vida um tabuleiro de xadrez, onde as figuras são manipuladas, segundo as regras do ... jogo .

E
Onde egos inflamados se esforçam por alcançar o tão almejado . . .
Xeque - mate. !

domingo, agosto 03, 2008

Côr de kunstbar .




Amem a arte, e tenham um bom domingo !

sábado, agosto 02, 2008

Côr de encontrar a saída .



Se
Eu pudesse deixar - lhe algum presente , deixaria

acesso ao sentimento de amar a vida dos seres humanos.
A consciência de aprender tudo o que foi ensinado

pelo tempo afora.
Lembraria os erros que foram cometidos para que não

mais se repetissem.
A capacidade de escolher novos rumos.
Deixar - lhe -ia , se pudesse, o respeito àquilo que é

indispensável .
Além do pão, o trabalho.
Além do trabalho, a ação.
E, quando tudo mais faltasse, um segredo ...

O de buscar no interior de si mesmo a resposta e a força , para encontrar a saída .!

Mahatma Ghandi

sexta-feira, agosto 01, 2008

Côr de ... e se fosse assim ?!



Um obrigada a ...
Bob Foss e Roy Scheider !