A _ cor _ dar , é preciso !






Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi

quarta-feira, junho 29, 2011

Côr de morreste - me





Pequenina ,
nessa tua busca  , incessante , pela  Luz , esqueceste que a escuridão   também   tem que  existir 


Uns    aguentam  ,    outros    não  . . .


É    necessário   coragem   para   viver , não   sei  ,   se   mais ainda  para    o   deixar   de   fazer . 


Hoje , [  pedindo  emprestada a frase   porque  é isso que sinto,  morreste - me !


Até  . . .    ao   próximo    abraço   ...   e    que   encontres  ,   rapidamente ,     a   tua    Luz  .

segunda-feira, junho 27, 2011

Côr de momento



Uma espécie de céu
Um pedaço de mar
Uma mão que doeu
Um dia devagar
Um domingo perfeito
Uma toalha no chão
Um caminho cansado
Um traço de avião
Uma sombra sozinha
Uma luz inquieta
Um desvio na rua
Uma voz de poeta
Uma garrafa vazia
Um cinzeiro apagado
Um hotel na esquina
Um sono acordado
Um secreto adeus
Um café a fechar
Um aviso na porta
Um bilhete no ar
Uma praça aberta
Uma rua perdida
Uma noite encantada
Para o resto da vida


Pedes-me um momento
Agarras as palavras
Escondes-te no tempo
Porque o tempo tem asas
Levas a cidade
Solta me o cabelo
Perdes-te comigo
Porque o mundo é o momento


Uma estrada infinita
Um anuncio discreto
Uma curva fechada
Um poema deserto
Uma cidade distante
Um vestido molhado
Uma chuva divina
Um desejo apertado
Uma noite esquecida
Uma praia qualquer
Um suspiro escondido
Numa pele de mulher
Um encontro em segredo
Uma duna ancorada
Dois corpos despidos
Abraçados no nada
Uma estrela cadente
Um olhar que se afasta
Um choro escondido
Quando um beijo não basta
Um semáforo aberto
Um adeus para sempre
Uma ferida que dói
Não por fora, por dentro .




Letra e musica  de  Pedro  Abrunhosa

domingo, junho 26, 2011

Côr de flores ...






















Não    correr   atrás   da  vida ,
mas      prestar -  lhe   atenção   ...
 e ,
por momentos , nascem rosas   e  a   felicidade acontece  ...




imagem  _   ?  _

sexta-feira, junho 24, 2011

Côr de S. joão





















S. João disse ás estrelas ...
Esta noite é de folguedo ,
Fechem portas e janelas  ,
que eu hoje não venho cedo ...




[ Quadra  S.  Joanina de 1929 ]
imagem  _  Leonardo  da   Vinci _

terça-feira, junho 21, 2011

segunda-feira, junho 20, 2011

sábado, junho 18, 2011

Côr de adequadamente

















Os 
lugares-comuns , as frases feitas , os bordões , os narizes-de-cera , os sentenças de almanaque, os rifões e provérbios , tudo pode aparecer como novidade ...
 A 
questão está só em saber manejar, adequadamente , as palavras  que estejam  antes  e   depois.




José    Saramago
John  Peto

segunda-feira, junho 13, 2011

Côr de dois Fernandos


de   Bulhões 

e



Pessoa !

sábado, junho 11, 2011

Côr de esquina

































Esta  noite  fiz um movimento descuidado dentro do sonho , virei com grande brusquidão  uma esquina e choquei contra   mim  própria .
Nunca  me  tinha  sentido   tão   frente  a   frente  comigo ,  nem  através  de  um   espelho .
Porém , aconteceu  algo  estranho ... quando   tentava   tocar - me   a   minha   imagem   desfazia - se .

Será  que  nem  em  sonhos  me     permito  ter   duas  caras ?!

sexta-feira, junho 10, 2011

Côr de ... 10 de junho



Será ?!




Poema   Luis  Vaz  de  Camões
Musica  José  Mário   Branco

sábado, junho 04, 2011

Côr de abraço
































A
linguagem dos abraços é a  , mais  antiga do  mundo .
Nasceu mesmo antes das palavras .
No momento em que nasceram as pessoas ,  surgiu também com elas a linguagem dos abraços .
Quando nascemos , a mãe toma - nos com  cuidado , para  não  nos  assustar ,  e  enlaça - nos .
Sentirá o mesmo a terra quando o céu  lhe  toca ao longo da  linha  comprida  a que  chamamos linha do horizonte ?
Todos os abraços são diferentes .
Mas  é  fácil  distingui - los .
O  abraço entre  uma  borboleta  e  uma  flor  é   doce  como  o  néctar ,  mas  bem  curto  e  breve .
Ao  entardecer , a árvore , quentinha ,  abraça  o  pássaro  para  que  ele  não   tenha  frio   .  Dormem abraçados  pela  noite dentro .
A  montanha  abraça  a  pedra ,  o  rio   abraça  o   peixe   ,  a  nuvem  abraça  o   arco  íris   e  a  lua   abraça   todas  as   estrelas .

Quanto  ás  pessoas ,  a  sua  linguagem   dos  abraços  é  multicolor . Porque  é  infinita  a  criatividade  que  um  abraço  contém  . . .
Há  os  que  gostam de  se  abraçar  de  verdade ,  corpo  contra  corpo ,  e  os gostam , ao de  leve  ,  nas  pontas  dos  dedos .  Há  os  que  gostam  de  se  abraçar  à   distância  ,  através  dos  olhos .  Um  abraço  discreto  e   subtil .
Há  abraços  tão  longos que  nos  percorrem  dos  pés  à  cabeça . Há  os  que  nos  conforta  e  vence   a  solidão 
Depois  de  uma  briga  ,  aquele  abraço  de  reconciliação onde  se  recupera a  paz
Há  ainda  o  carinhoso  de   boa  noite ,  o  especial  de  olá  e  o ,  de  súbito , de  despedida .
Há  o   abraço  que   quer  dizer   amo - te .
O   abraço  que  vem  de  muito  longe  no  tempo ,  repleto  de  saudades ,  mergulha  no  nosso   coração   e  jamais  o   esqueceremos .

A  linguagem  dos  abraços  não  contem  quaisquer  palavras ,   mas  não  é  vazia   de  sentido .
Acima   de  tudo  o   que  desejamos  é  que  o  nosso  abraço   seja   eterno   e  infinito  .



Michal  Snunt  _  Vem  e   abraça -  me  [ com  alguns  cortes ]
Richard  Wallace



Escusado   será   dizer    que   o   contacto   físico  que   prefiro   é   o   abraço  ...  ele   preenche   espaços  vazios   na   nossa   vida    e   encosta    dois   corações .

quarta-feira, junho 01, 2011

Côr de dia da criança
















Diego não conhecia o mar
e
seu pai , Santiago Kovadloff , levou-o para que descobrisse a imensidão.
Viajaram para o sul.
Quando o menino viu o mar, sentiu algo mais forte que ele que ficou mudo de tanta beleza.
E quando finalmente conseguiu falar, tremendo, gaguejando, pediu ao pai ...

_ Me ajuda a olhar _

Eduardo Galeano
Ximo Gascón


Quero  e  preciso   acreditar ,
que num futuro   não   muito   longínquo ,  todas  as   crianças   tenham   ,  além   dos  bens   essenciais  à sua   sobrevivência   e   bem    estar ,   tenham ,  também ,  junto   de   si  ,   alguém   que    as    ajude  a   olhar  . . .   !