Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi




A _ cor _ dar , é preciso !


segunda-feira, dezembro 31, 2012

Côr de dia 31




















Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano ,
Vive uma louca chamada Esperança .
E ela pensa que quando todas as sirenas ,
Todas as buzinas ,
Todos os reco-recos tocarem ,
Atira-se .
E
_ ó delicioso vôo !

Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada ,
Outra vez criança ...

E em torno dela indagará o povo . . .
_ Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes ?
E ela lhes dirá  [  É preciso dizer-lhes tudo de novo ]
Ela lhes dirá bem devagarinhoz , para que não esqueçam . . .

_ O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA . . .




Mário Quintana
Amanda  Clark


Esperança . . .
bem segura nas mãos , e   no  coração ,  para que não desistamos , e , também , possamos  oferecê - la a   quem mais  dela  necessitar ...

domingo, dezembro 30, 2012

Côr de casaco de peles





Quando
esta   cena   deixará    de  ser ,  apenas  , um   mero   numero   de   circo ?

sexta-feira, dezembro 28, 2012

Côr de água e mel




Entre os ramos de pinheiro
Vi o luar de Janeiro
Quando ainda havia sol
E numa concha da praia
Ouvi a voz que desmaia
Do secreto rouxinol

Com água e mel
Comi pão com água e mel
E do vão duma janela
Beijei sem saber a quem
Tenho uma rosa
Tenho uma rosa e um cravo
Num cantarinho de barro
Que me deu a minha mãe

Fui p´la estrada nacional
E pela mata real
Atrás dum pássaro azul
No fundo dos olhos trago
A estrada de Santiago
E o cruzeiro do sul

Abri meus olhos
Abri meus olhos ao dia
E escutei a melodia
Que ao céu se eleva de pó
Do vinho novo
Se provei o vinho novo
Se amei o rei e o povo
Meu Deus por que estou tão só

quarta-feira, dezembro 26, 2012

sábado, dezembro 22, 2012

Côr de Natal

















Que
todos
O
tenhamos
em
nós .
 
 
 
 
imagem  _  Maki   Hino _


sexta-feira, dezembro 21, 2012

terça-feira, dezembro 18, 2012

sábado, dezembro 15, 2012

Côr de Aves



 

Um  dia ,
as  aves  pousaram  o  seu  olhar  para  lá  dos  ramos   e   das   folhas ,  e   imaginaram   uma   vida   diferente .
Começou  assim  uma  nova  era .
Explicaram   ás   suas  crias  o   como   e   porquê   de  tudo  os   que  as   rodeava .
Construiram   os  ninhos   mais  formosos   alguma   vez  vistos . Desenvolveram   originais  formas   de  voo .
Mas  rapidamente  começaram   a  cair  em  excessos .  Procuraram  o   prático ,  o fácil ...  
Desejaram   o   inalcansável . E   aumentaram   em   grande   número . Quiseram  controlar  tudo ...  outros  territórios , a   vida   e   inclusivamente   o   destino   dos   demais .
Mas   não  controlaram   o  seu   comportamento .
 
Felizmente ,  em   algun   lugar ,  há  ainda  quem   deseje  estender  as  asas  e   aprender  a  voar .
 
 
 
 
 
ilustação _Maria  Julia  Dias  Garrido
                  David D .  Alvarerez  Hernández

sábado, dezembro 08, 2012

Côr de curva



















Não é o ângulo reto que me atrai . Nem a linha reta , dura , inflexível , criada pelo homem .
O que me atrai é a curva livre e sensual . A curva que encontro nas montanhas do meu País , no curso sinuoso dos seus rios , nas ondas do mar , nas nuvens do céu .
De curvas é feito todo o Universo . . .
O  Universo curvo de Einstein .



Oscar Niemeyer
Matteo  Arfanotti



A   curva   é   mais____________________________doce .


domingo, dezembro 02, 2012

Côr de nudez

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Correm um para o outro de braços abertos ,

exclamam ridentes. . . Até que enfim !
Enfim !
Ambos vestidos com agasalhos de inverno ,
gorros de lã ,
cachecóis ,
luvas ,
botas ,
mas só para nós.
Porque um para o outro estão nus .




Wislawa Szymborska
Julie Massy



Nudez .
a nossa  nudez , com toda a  pureza e confiança que ela envolve .
Ficarmos nós ,   sem roupagens .
Não será  a   maior   oferta   que pudemos fazer   a  alguém ?



sábado, dezembro 01, 2012

Côr de como ?!

 
Se
este   dia  não   tivesse   acontecido . . .
como  estariamos ?!
 
 
 
 
 
imagem _  Wendy Vaughan _