A _ cor _ dar , é preciso !






Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi

segunda-feira, fevereiro 11, 2008

Côr de Porto.



...
Ver-te assim abandonada, nesse timbre pardacento.
Nesse teu geito fechado ... de quem moi um sentimento.!
...

Carlos Tê

Lindo de ler e ouvir cantar .!

De uma enorme sedução ... para o visitante .

Viver ... para quem gosta ...
De moer um sentimento ... num geito fechado ...
e num timbre pardacento.!

Se não ... tem que haver muito amor, aceitação,
e sobretuo ... sol na alma ... para clarear o cinzento
do granito .!

Todos os locais têm os seus senãos.
Apenas, há os que com mais facilidade lidamos.

Depois existe, porque existe mesmo, aquela identidade
de energia e luz .!
E ...
Sobretudo aquele renascer, um ganhar asas, um crescer ...
que, dificilmente, alguém se permitirá parar .!

Com esta Cidade que me viu nascer, sempre houve uma
relação de querer e não querer.

Faz lembrar o sentimento de alguns amantes.
Um amor que só acontece e é calmo, à ditância.

Se fosse possível, talvez fizesse como eles, os de bom senso,
andar por aí ... e vir cá de quando em vez .!

Quem sabe ... ?!
Não sei ... ou saberei ... e não me recordo ainda .!

Sem comentários: