A _ cor _ dar , é preciso !






Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi

sexta-feira, agosto 23, 2013

Côr de . . . quando




















Quando
a ternura
parece  já  do seu ofício  fatigada ,
e  o  sono , a  mais  incerta  barca ,
inda  demora  ,
quando  azuis  irrompem
os teus  olhos
e  procuram
nos  meus  navegação  segura ,
é  que  eu te  falo  das  palavras
desamparadas  e  desertas ,
pelo  silêncio  fascinadas .





Eugénio  de  Andrade
imagem _  Rahele  Basir  _

4 comentários:

Luis Filipe Gomes disse...

Belíssimo!
E parece ter-te sido dedicado.

AC disse...

Tão belo, Maria!

Beijo :)

Lilá(s) disse...

Olha que lindo!
Beijinhossssssssss

ONG ALERTA disse...

Muitas cores....
Beijo Lisette