A _ cor _ dar , é preciso !






Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi

sábado, maio 10, 2014

Côr de raízes




















Não
entraste   nesta   casa   para   que    te  arrancasse
 um   pedaço   de   ser .
Talvez   quando   te  fores leves  algo   meu  . . .
castanhas ,  rosas  ou   uma   segurança   de  raízes  . . . 







Pablo   de   Neruda 
imagem  _  Chema Madoz _  



Uma   segurança   de   raízes  .  . . 

Desde   criança   que   a   busco . . . 

É   essa   segurança   que  permite  que   não   percamos   o   norte , quando   voamos .
Que   saibamos  o   momento   certo  do   não  e   do  sim .
Que   a   crença    não   nos   abandone .
Que   mesmo   desiludidos   com   o   ser   humano ,  não  
o   deixemos  de  amar .
Que   saibamos   ler   os   sinais .

E    premissa   primeira ,  que   nos   amemos   e   respeitemos

3 comentários:

ONG ALERTA disse...

Lindo!
Feliz dia das mães beijo Lisette.

Emília Pinto disse...

Nascemos com raízes e crescemos pensando que elas nos vão segurar sempre; buscamo-las a cada instante e quando encontramos, mesmo sendo as mais fininhas agarramo-nos a elas para que não nos percamos. Quanta vezes não nos sentimos desamparados, sem rumo? Mas se nos esforçarmos, se cavarmos mais um pouco lá bem no fundinho encontraremos de novo aquelas raízes fortes que pensavamos ter perdido. Elas estão lá, é só não desistir de procurar. Um beijinho, amiga e...gostei muito. Obrigada!
Emília

Lilá(s) disse...

Olha querida amiga gostei muito! as minhas raízes têm andado muito enfraquecidas mas,elas lá estão quando as procuro...
Bjs