Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi




A _ cor _ dar , é preciso !


sexta-feira, setembro 12, 2014

Côr de mezinhas














A
única   noite ,  disse   alguém ,  é  
a   da  insónia ,  a   noite  passada   em   branco .
Não   se  guarda  memória   de   noites  dormidas .

Assim   é   o  amor   . . .  o   mais inolvidável   é   o   
que   nunca   foi .

Como   para  a   insónia ,  também   para   o   esquecimento   existem   xaropes  e  mezinhas .  
Mas   são   ambos   remédios   sem   discernimento  . 
Uns   far - te - ão   dormir    tanto ,  sem   sonhos  e   
sem   sono  ,  que   será   como   morrer  .  
Com  os   outros   não   esquerás ,  se  os   tomares ,   aquilo  que  queres   esquecer . . .   esquecerás  tudo ,   quer   tenha   sido   excelente   ou    desagradável .

Não   te   revelo ,  pois ,   as   minhas   beberagens  
para   o  sono   e   para   o   esquecimento .

Possuem   o   mesmo   efeito   da   cicuta  .   









Héctor  Abad  Faciolince _  Receitas  de  amor  para  mulheres  tristes  _
imagem  _   net  _  

3 comentários:

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Às vezes as palavras
se escondem em nossas vidas.
Então,
saímos em busca de inspiração
nos lugares onde a amizade
se faz preciosa,
(lugares como este)
pois são os amigos
que guardam as melhores
palavras de nossa vida,
para nos devolver e inspirar
quando estivermos distantes
de nós mesmos...

Obrigado por sua generosa amizade...

Luis Filipe Gomes disse...

É um extraordinário poema de uma clarividência desassombrosa!

GL disse...

Quanta verdade nestas palavras sábias!
Bom Domingo.