A _ cor _ dar , é preciso !






Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi

terça-feira, maio 01, 2018

Côr de 1º de Maio





Livra-te do medo
Que bem cedo
Há-de o Sol queimar ,
E tu camarada
Poe-te em guarda
Que te vão matar .

Venham lavradeiras
Mondadeiras
Deste campo em flor ,

Venham enlaçadas
De maos dadas
Semear o amor   . . .





musica  e  letra  de  José   Afonso   _   Cantigas  do   Maio  _

5 comentários:

Emília Pinto disse...

E tu vieste, Maria, para alegria dos teus amigos, com esta linda canção de Zeca Afonso, sinal de que está tudo bem contigo. Fiquei muito frluz. Um beijinho e saibamos viver a liberdade conquistada com alguns sacrificios, mas de uma maneira pacífica, coisa que nos deve orgulhar. Até...
Emilia

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Legal, livrar-se do medo
Porque na verdade ele é
Bem contrário à nossa fé
Por razão, é um erro ledo.

Não truque nem segredo
Enfrentá-lo e ir até
Vê-lo da cabeça ao pé
E sentir não haver segredo

Pra derrotar o tirano
Do medo que é humano
Mas tem fulcro inconsciente

Por isso o certo é enfrentá-lo
E ultrapassar o gargalo
Que sufoca a nossa mente.

Grande abraço. Laerte.

MEU DOCE AMOR disse...

Poemas belos que foram escritos em nome o bem maior: a liberdade.

Beijinho doce

Mariazita disse...

Boa tarde, Maria
O sempre inesquecível Zeca Afonso numa interpretação excelente (como, aliás, todas!)
Lembro-me bem do primeiro 1º.de Maio!
Jamais haverá outro igual...
Gostei de ouvir, MAIS UM VEZ!
Obrigada, querida.


Votos de uma boa semana.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

CÉU disse...

olá, querida maria...

grata pelo seu beijo nas minhas mãos. uma atitude mto carinhosa e elevada.

o amor é vida.

beijinhos.