A _ cor _ dar , é preciso !






Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi

segunda-feira, abril 21, 2008

Côr de Valsinha .



Um dia
Ele chegou tão diferente
Do seu jeito de sempre chegar .
Olhou-a de um jeito muito mais quente
Do que sempre costumava olhar .

Não mal disse a vida tanto, quanto era seu jeito de sempre falar.

E nem deixou-a só num canto
Para seu grande espanto,
Convidou-a para rodar.
E
Então ela se fez bonita
Como há muito tempo não queria ousar .
Com seu vestido decotado, cheirando a guardado, de tanto esperar.

Depois os dois deram-se os braços
Como há muito tempo não se usava dar .
E
Cheios de ternura e graça
Foram para a praça e começaram-se a abraçar .
E

Ali dançaram tanta dança
Que a vizinhança toda despertou .
Foi tanta felicidade
Que toda a cidade , se iluminou.

E foram tantos beijos loucos, tantos gritos roucos
Como não se ouvia mais .

Que o mundo compreendeu
E o dia amanheceu
Em . . . Paz .!

Chico Buarque



Foi um belo presente ... num dia
Especial .!

1 comentário:

Luis disse...

Sei dum gira-discos que ajudei a transportar.
Foram discos e discos que escolhias
Para Chico nos embalar
Entre aromas de café,
Palavras e sorrisos
E o meu descuidado olhar
Que poisava nos teus dedos de croché.
Noites de amizade, embalada
Por versos e prosa, descuidada,
Mas não menos saboreada.