Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi




A _ cor _ dar , é preciso !


quinta-feira, abril 30, 2009

Côr de ... homem sensivel .



_E sobretudo não confundam sensibilidade com fraqueza.
Este erro quase levou a nossa civilização à ruína .
A violência foi confundida com poder , e o abuso deste , com força.
A submissão ainda aparece em filmes , nos meios de comunicação ...
Gostaria que o heroi do filme _ O ultimo tango em Paris _ tivesse morrido logo. E ele só morre no fim.Toda a duração de um filme.!
Será que as mulheres precisarão de tanto tempo para perceber o sadismo , a tirania ... ... , tão dolorosamente presentes no mundo.
Iniciemos uma nova era de honestidade , confiança , sem falsidades nas nossas relações pessoais.
A história do mundo e o desenvolvimento das mulheres , sairão ganhando . _


Anais Nin
Excerto de _ Em busca de um homem sensivel _ *
* - publicada em Playgirl , Setembro de 1974


A primeira edição deste livro data de 1980 .
Houve uma época em que tive a certeza que esse homem estava a aparecer , em profusão , e a mulher amparando e incentivando - o , nesse surgir.
Neste momento , apesar de conhecer alguns , a sensação que tenho , é que muitos se perderam pelo caminho.
O que aconteceu ???
Ser parceira de um homem sensivel ainda será dificil para a maioria das mulheres ?
Acontecerá o que Anais Nin , preconizava há trinta anos atrás . Que algumas mulhers , ainda , se sentem atraídas pela pela concepção convencional de " virilidade " .
Pela minha parte , lamento . E de que maneira . . .

Nunca soube , nem sei viver dominando ou sendo dominada , mas sim partilhando.
É evidente , que todos temos os nossos dias de força e de fraqueza.
E por tal , tem que haver a noção da harmonia , da maleabilidade , da relatividade .
Quero acreditar que este aparente retrocesso , tenha sido uma paragem , para um ganhar de forças , a fim de que juntos , Vénus e Marte , consigam tornar a Terra melhor.
Oxalá !

quarta-feira, abril 29, 2009

Côr de ... Dança .

Dançar

é

sonhar com os pés !

terça-feira, abril 28, 2009

Côr de ... onda .



Para
sabermos a medida do nosso medo ou da nossa força ,
não é no meio de um belo jardim ,
Mas sim ,
na borda de um precipício ,
ou
enfrentando as ondas alterosas ... ...
da Vida !

segunda-feira, abril 27, 2009

Côr de ... adoro voar .

perdi um amor por escondê-lo.
expulsei pessoas que amava de minha vida , já me arrependi por isso.
Já passei noites chorando até pegar no sono , já fui dormir tão feliz , ao ponto de nem conseguir fechar os olhos.
Já acreditei em amores perfeitos , já descobri que eles não existem.
amei pessoas que me decepcionaram , já decepcionei pessoas que me amaram. tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir.

falei a verdade e arrependi -me .

fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto.

Já sorri chorando lágrimas de tristeza .Já chorei de tanto rir .
Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam.
Já tive crises de riso quando não podia .

Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse.
Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar.
Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns , outras vezes falei o que não pensava para magoar outros.
Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um amigo feliz.

inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava. ... Já tive medo do escuro, hoje no escuro me acho.

Já cai inúmeras vezes achando que não iria me reerguer. me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais.
Já chamei pela mãe no meio da noite fugindo de um pesadelo. Mas ela não apareceu e foi um pesadelo maior .Já chamei pessoas próximas de amigo e descobri que não eram... Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.

Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração !
Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual , porque sinceramente sou diferente!
Não sei amar pela metade , não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra sempre!
Gosto dos venenos mais lentos , das bebidas mais amargas , das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes.
Você pode até me empurrar de um penhasco que eu vou dizer ...
_ Adoro Voar ! _
*
*
Clarice Lispector

sábado, abril 25, 2009

Côr de 25 de Abril .



Todos os anos compro um novo cravo , fresco e vermelho, teimando , ainda , naquele cheiro a esperança ...
Os outros , guardo-os numa caixa , onde escrevi , por fora , _ é , bem acordados , que devemos sonhar _
Só não guardei o primeiro , porque ficou lindo , na sua cor de um castanho sépia.

Não perdeu as pétalas e mantem-se direito , no recipiente onde o coloquei .
E não ficou velho .
Ficou envelhecido ... com uma certa patine .
E com a qualidade de certas antiguidades , que valem não só pela beleza , mas também , pela história que carregam .!

sexta-feira, abril 24, 2009

Côr de carta lilaz .


No dia seguinte ninguém morreu .

Eram onze horas quando a campaínha da porta tocou .
Algum vizinho com problemas , pensou o violoncelista ,
e levantou-se para abrir .
Boas noites , disse a mulher do camarote. Boas noites , respondeu o músico , esforçando-se por dominar o espasmo que lhe contraía a glote .
Como vê resolvi ficar _ respondeu a mulher _ Mas partirá amanhã , a isso me comprometi . Suponho que veio para me entregar a carta , que não a rasgou _ Sim , tenho-a aqui na minha bolsa . Dê-ma então _
_ Temos tempo . Atrevo-me a pedir-lhe um favor . Compense-me de ter faltado ontem ao concerto _ /
Quando ele terminou , as mãos dela já não estavam frias , as suas ardiam , por isso foi que as mãos se deram às mãos e não se estranharam. Passava muito da uma hora da madrugada , quando o violoncelista perguntou... Quer que chame um táxi para a levar ao hotel, e a mulher respondeu. Não , ficarei contigo, e ofereceu-lhe a boca. Entraram no quarto , despiram-se e o que estava escrito que aconteceria , aconteceu enfim , e outra vez , e outra ainda .Ele adormeceu , ela não. Então ela, a morte , levantou-se , abriu a bolsa que tinha deixado na sala e retirou a carta de cor violeta. Olhou em redor como se estivesse à procura de um lugar onde a pudesse deixar, sobre o piano , metida entre as cordas do violoncelo , ou então no próprio quarto , debaixo da almofada em que a cabeça do homem descansava.
Não o fez .
Saiu para a cozinha , acendeu um fósforo , um fósforo humilde , ela que poderia desfazer o papel com o olhar , reduzi-lo a uma implacável poeira , ela que podia pegar- lhe fogo só com o contacto dos dedos , e era um simples fósforo, o fósforo comum, o fósforo de todos os dias , que fazia arder a carta da morte, essa que só a morte poderia destruir. A morte voltou para a cama , abraçou-se ao homeme , sem compreender o que lhe estava a suceder, ela que nunca dormia , sentiu que o sono lhe fazia descair suavemente as pálpebras.
No dia seguinte ninguém morreu.!
*
*
*
*
José Saramago
Excerto e com alguns cortes de _ As Intermitências da Morte

quinta-feira, abril 23, 2009

Côr de livro !



Só
deveriamos ler livros que nos picam , que nos chamam , que nos escolhem ... porque esses é que foram escritos para nós .
Os outros lêmo-los , estes não ...
Devoramo-los , acariciamo-los , gostamos do seu cheiro ... tal como de um Amor !
Porque é isso que ele é .
Quando trago um livro para casa , gosto de trazê-lo entre os braços , junto ao peito , tal como faço com o amigo , que amo !
E ele retribui todo esse afecto !

quarta-feira, abril 22, 2009

Côr de dia da Terra .

Quase que me atrevo a considerar esta comemoração ridícula e descabida.
Todos os dias , ou melhor , todos os segundos , são-no da Terra .
A falta de respeito e o egoísmo de muitos dos seres que se dizem pensantes e que chamam a este planeta a sua casa , provocaram a necessidade da criação deste dia , há trinta e nove anos .
Desde então , o que se tem feito ???

Muito pouco .

E , entretanto , o coração deste , ainda , belo planeta , vai ficando cada vez mais doente , assim como tudo que nele vive !
Temos que passar a actos , por menores que sejam ... porque reuniões , discursos , cimeiras , enfim ... palavras ... têm provocado acções muito lentas .
E a resposta dos elementos maltratados não se compadece com lentidão
!

terça-feira, abril 21, 2009

Côr de entrar nele .



Creio
que foi o sorriso , o sorriso foi quem abriu a porta!
Era um sorriso com muita luz lá dentro.
Apetecia entrar nele, tirar a roupa, ficar nu dentro daquele sorriso.
Correr, navegar, morrer naquele sorriso.!


Eugénio de Andrade

De quando em vez , apetece , ainda , ter um destes sorrisos ... ...

segunda-feira, abril 20, 2009

Côr de ... gaiolas e asas .



Há
escolas que são gaiolas e há escolas que são asas.
Escolas que são gaiolas existem para que os pássaros desaprendam a arte do vôo.
Pássaros engaiolados são pássaros sob controle . Engaiolados , o seu dono pode levá-los para onde quiser.
Pássaros engaiolados sempre têm um dono . Deixaram de ser pássaros.
Porque a essência dos pássaros é o vôo.
E
scolas
que são asas não amam pássaros engaiolados , o que elas amam são pássaros em vôo.Existem para dar aos pássaros coragem para voar.
Ensinar o vôo , isso elas não podem fazer , porque o vôo já nasce dentro dos pássaros.

O vôo não pode ser ensinado.
Só pode ser encorajado.
*
*
Rubem Alves

sábado, abril 18, 2009

Côr de alma do diferente .



Diferente
não é quem pretenda ser.
Esse é um imitador do que ainda não foi imitado, nunca um ser diferente.
Diferente é quem foi dotado de alguns mais e de alguns menos , em hora, momento e lugar errados para os outros.
Que riem de inveja de não serem assim. E de medo de não aguentar, caso um dia venham, a ser. O diferente é um ser sempre mais próximo da perfeição.
O diferente nunca é um chato. Mas é sempre confundido por pessoas menos sensíveis e avisadas. Supondo encontrar um chato onde está um diferente. Um diferente medroso, este sim, acaba transformando-se num chato. Chato é um diferente que não vingou.

Os diferentes muito inteligentes percebem porque os outros não os entendem. Os diferentes raivosos acabam tendo razão sozinhos, contra o mundo inteiro. Diferente que se preza entende o porquê de quem o agride. Se o diferente se mediocrizar, mergulhará no complexo de inferioridade.O diferente paga sempre o preço de estar - mesmo sem querer - alterando algo, ameaçando rebanhos, carneiros e pastores. O diferente suporta e digere a ira do irremediavelmente igual , a inveja do comum , o ódio do mediano .
O verdadeiro diferente sabe que nunca tem razão, mas que está sempre certo.
O diferente começa a sofrer cedo , já no primário , onde os demais de mãos dadas, e até mesmo alguns adultos por omissão, se unem para transformar o que é peculiaridade e potencial em aleijão e caricatura.
O que é percepção aguçada em _ " Puxa , fulano, como você é complicado" _
O que é o embrião de um estilo próprio em _ "Você não está vendo como todo mundo faz ? " _ Só os diferentes mais fortes do que o mundo se transformaram nos seus grandes modificadores.
Diferente é o que vê mais longe do que o consenso. O que sente antes mesmo dos demais começarem a perceber.
Diferente é o que se emociona enquanto todos em torno agridem e gargalham. É o que engorda mais um pouco , chora onde outros xingam , estuda onde outros burram. Quer onde outros cansam . Espera de onde já não vem. Sonha entre realistas. Concretiza entre sonhadores. Fala de leite em reunião de bêbados. Cria onde o hábito rotiniza. Sofre onde os outros ganham. Diferente é o que fica doendo onde a alegria impera. Aceita empregos que ninguém supõe. Perde horas em coisas que só ele sabe importantes.
Diz sempre na hora de calar. Cala nas horas erradas.
Não desiste de lutar pela harmonia. Fala de amor no meio da guerra. Deixa o adversário fazer o golo , porque gosta mais de jogar do que de ganhar.
Ele aprendeu a superar riso, deboche, escárnio, e consciência dolorosa de que a média é má porque é igual.
Os diferentes aí estão ... enfermos, paralíticos, machucados, engordados ,magros demais, inteligentes em excesso, bons demais para aquele cargo, excepcionais, narigudos, barrigudos, joelhudos, de pé grande, de roupas erradas, cheios de espinhas . Aí estão, doendo e doendo, mas procurando ser , conseguindo ser , sendo muito mais.

A alma dos diferentes é feita de uma luz além.
Sua estrela tem moradas deslumbrantes que eles guardam para os pouco capazes de os sentir , entender.

Nessas moradas estão tesouros da ternura humana , de que só os diferentes são capazes.

Não mexa com o amor de um diferente.

A menos que você seja suficientemente forte , para suporta-lo depois.


Artur da Távola

sexta-feira, abril 17, 2009

Côr de ... grito mais forte .

Para
os mais distraídos ... ...

Muitas vezes ...

_ O silêncio , é o grito mais forte _

Shopenhauer

quinta-feira, abril 16, 2009

Côr de " normal " .

Durante a visita a um hospital psiquiátrico , um dos visitantes perguntou ao diretor ...
_ Qual é o critério pelo qual vocês decidem quem precisa ser hospitalizado aqui ? _
Respondeu o diretor ... _ Nós enchemos uma banheira com água e oferecemos ao doente uma colher , um copo e um balde e pedimos que a esvazie.
De acordo com a forma que ele decida realizar a missão, nós decidimos se o hospitalizamos ou não.
_ Entendi _ disse o visitante . _Uma pessoa normal usaria o balde , que é maior que o copo e a colher.
_ Não _ respondeu o diretor .
_Uma pessoa normal tiraria a "tampa do ralo" _
O que o senhor prefere ? Quarto particular ou enfermaria ? !


Autor Desconhecido

Conto dedicado a todos os " normais " que esvaziam as banheiras , conforme lhes apetece e mais prazer lhes dá . . . ou mesmo , não o fazem , utilizando a água , não a desperdiçando em testes ... ...

terça-feira, abril 14, 2009

Côr de ... confundir .



Deus,
para a felicidade do homem, inventou a e o amor.
O Diabo, invejoso,
fez o homem confundir ,

com religião
e
amor com casamento. !
*
*
*
Machado de Assis

segunda-feira, abril 13, 2009

Côr de ... algumas pessoas .

Li , algures , esta frase ...

_ " As pessoas não nos vêem , imaginam-nos " . _

Partindo do principio que somos todos pessoas , ninguém vê , todos imaginam .
Como sou um um pouco óptimista , para não dizer crédula , alterava um pouco a frase ...
_ Algumas pessoas não nos vêem ... imaginam
!
_
E fazem-no conforme as suas necessidades ...
Umas imaginam-nos ouvidos . Outras apenas olhos , e se possível um pouco míopes , para mais fácilmente lhes escaparem as evidências . O coração , onde se ensaia o conhecido ataque " falar ao coração " . Por vezes a inteligência , que num ápice é subestimada , para que sejamos imaginados de parvos.
Bem ... um cem número de " retratos " .
Tudo isto não passa de uma simples constatação .
Nunca um lamento
!
Porque se nestas palavras existe algo a que se possa chamar sentimento , é pena .
Sim , pena das pessoas que vivem debruçadas sobre o seu próprio umbigo .
É uma posição um tanto incómoda e , sobretudo, porque além dele , apenas vêem o chão .
Daí , a necessidade de imaginarem
!

domingo, abril 12, 2009

sábado, abril 11, 2009

Côr de busca .



Folheei
o teu corpo como um livro ,
à
procura da tua alma ...
encontrei-a
no índice.!

*
Albano Martins

sexta-feira, abril 10, 2009

Côr de Homem !



Só quando os homens chegam a uma certa idade é que podem dizer com certeza que as mulheres são melhores do que eles em tudo . Mesmo na bola , a carregar pianos , a lutar com jacarés ou nas outras coisas em que ganhávamos quando éramos mais novos e brutos e fortes.
Quando se é adolescente , desconfia-se que elas são melhores.
Nos vintes, fica-se com a certeza.
Nos trintas, aprende-se a disfarçar.
Nos quarentas, ganha-se juízo e desiste-se.
Nos cinquentas , começa-se a dar graças a Deus que seja assim.
Os homens que discordam são os que não foram capazes de aprender com as mulheres (por exemplo, a serem homenzinhos), por medo ou vaidade ou estupidez.
Geralmente as três coisas.
Desde pequenino, habituei-me que havia sempre pelo menos uma mulher melhor do que eu. Começou logo com a minha linda e maravilhosa mãe, cuja superioridade - que condescendia, por amor, em esconder de vez em quando - tem vindo a revelar-se cada vez mais.
As mulheres são melhores e estão fartas de sabê-lo.
Mas, como os gatos, sabem que ganham em esconder a superioridade.
Os desgraçados dos cães, tal como os homens, são tão inseguros e sedentos de aprovação que se deixam treinar.
Resultado ... fartam-se de trabalhar e de fazer figuras tristes, nas casas e nas caças e nos circos. Os gatos, sendo muito mais inteligentes, acrobatas e jeitosos, sabem muito bem que o exibicionismo vão leva à escravatura vil.
Isto não é conversa de engate.
É até um tira-tesões.
Mas é a verdade.
E é bonita.


Miguel Esteves Cardoso
*
*
*
a mulher é e sabe , mas é muito bonito e saboroso ,
" ouvir " um homem dizê -lo !
e a partir dos quarenta sabe , ainda , que deve estar a seu lado ... ... e ... olhando , ambos , na mesma direcção. !

quinta-feira, abril 09, 2009

Côr de ... ainda ??? !


Quando
pensarmos com o coração, esta publicidade torna-se ...

_obsoleta _ .!

quarta-feira, abril 08, 2009

Côr de M. Butterfly .

Côr de madame butterfly

Esta deliciosa animação , remeteu-me para um filme , cuja definição não será própriamente a mesma _ delicioso _ .
É um filme ... enigmático , misterioso . . . tal como o actor Inglês que nele participa .
Não é seguramente o seu melhor filme , mas toda a envolvência um tanto estranha que ali se vive , o seu final inesperado e o tema musical que se vai ouvindo , de quando em vez ... seduziram -me .

E , Jeremy Irons , seduz - me sempre !

terça-feira, abril 07, 2009

Côr de solta as tuas velas .




Tu, que ocultas nos teus olhos a força dos elementos .
Tu, que no teu sorriso alimentas uma esperança.
Tu, que nos teus lábios emergem fantasias .
Tu, que no teu rosto transparece a ansiedade.
Tu, que no
teu silêncio se revelam mil desejos !

Tu, que
em tuas mãos despertam subtis carícias !
Tu, que em cada gesto dominas o impulso .Tu, que sabes que o tempo é a eternidade .
Que sabes que a vida não perdoa hesitações , não fujas por mais tempo à realidade.
Não reprimas no peito as tuas sensações .
Tu, que sabes que em tudo existe imperfeição , que sabes que há outro horizonte à tua espera !
Não pode haver tratado, regra ou convenção que te impeça de viver a tua primavera .
Tu, que sabes ser o sonho apenas um momento .
Que sabes estar certa a hora da verdade .
Solta as tuas velas à mercê do vento , e parte
deste cais rumo à liberdade .!


Albino Santos

segunda-feira, abril 06, 2009

Côr de Amélie .

Boa Semana !

E se tentassemos ser Amélie Poulain , por uns minutos ?!

domingo, abril 05, 2009

Côr de sabedoria felina .



Diz-se
que aos olhos dos gatos , todos os seres humanos são um pouco ridículos !

Quando Ellen decide que a sua vida está espiritualmente vazia e que precisa de se descobrir a si própria e descobrir Deus , Marmelade e Fluffy , os seus fieis companheiros , são os primeiros a sofrer as consequências .
A substituição da sua bem amada comida para gatos , por refeições estritamente vegetarianas é apenas o início .
Num piscar de olhos estão a caminho da India , onde passarão algum tempo no ashram de um conhecido guru .
Mas ... após variadíssimas peripécias , acabam por conseguir ensinar à sua humana a única lição que alguém precisa saber ... ...
_ Ama-te a ti próprio como amas o teu gato ! _
*
*
Robert Fisher _ O gato que encontrou Deus _

sábado, abril 04, 2009

Côr de deliciosa liberdade .



Mulher
andando nua pela casa envolve a gente de tamanha paz.
Não é nudez datada , provocante.
É um andar vestida de nudez , inocência de irmã e copo d’água.
O corpo nem sequer é percebido pelo ritmo que o leva.
Transitam curvas em estado de pureza , dando este nome à vida ...
castidade.
Pêlos que fascinavam não perturbam.
Seios , nádegas _ tácito armistício_ repousam de guerra.
*
*
Carlos Drumond de Andrade
*
*
É um voltar à deliciosa liberdade dos inícios .

sexta-feira, abril 03, 2009

Côr de ... really love a woman

O homem que gosta de mulher
não
pretende conquistar várias , mas várias vezes ... a mesma .
Até porque ,

seduzir é fácil ...

amar gostando , é dificílimo !

quinta-feira, abril 02, 2009

Côr de ... ... livro infantil .



É necessário deixar um Mundo melhor para os nossos filhos ,

mas

não esquecer ...

deixar filhos melhores para o Mundo !

quarta-feira, abril 01, 2009

Côr de pequenas felicidades .



Mas,
quando falo dessas pequenas felicidades certas,
que estão diante de cada janela ,
uns dizem que essas coisas não existem .
Outros que existem diante das minhas janelas.
E

outros, finalmente,


que é preciso aprender a olhar,
para poder vê-las assim.!



Cecília Meireles

É ... só e apenas isso ... saber olhar !