A _ cor _ dar , é preciso !






Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi

sábado, março 06, 2010

Côr de ... quietinho .



Na cadeia os bandidos presos!
O seu ar de contemplativos
!
Que é das flores de olhos acesos?!

Pobres dos seus olhos cativos.
Passeiam mudos entre as grades,
Parecem peixes num aquário.
_ Campo florido das Saudades ,
Porque rebentas tumultuário
?

Serenos... Serenos... Serenos...
Trouxe-os algemados a escolta.


_ Estranha taça de venenos
Meu coração sempre em revolta.
Coração , quietinho... quietinho...
Porque te insurges e blasfemas
?

Pschiu ... Não batas ... Devagarinho ...
Olha os soldados ,


as algemas!


Camilo Pessanha

1 comentário:

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Maria,

Não poder se expressar, por causa do medo, é tão ruim, né? Forte e profundo esse seu post. Toda vez que você aparece, sinto que o querer bem abre o sorriso.

Você é um amor, menina linda.

Beijo imenso.

Rebeca

-