A _ cor _ dar , é preciso !






Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi

sábado, janeiro 29, 2011

Côr de poço



Julgo que todos conhecem a estória do burro que caíu a um poço e da dificuldade que o dono enfrentou em tirá - lo de lá e também como o homem pensou resolver a situação ...
O animal já estava velho , o poço não tinha água , soterrá-lo seria a solução .
E , com a ajuda dos vizinhos , começou a ser lançada terra sobre o animal . No início ele ainda chorou , mas passado pouco tempo calou - se .
Estranhando , o dono foi espreitar .
Surpreza !
A cada pazada de terra que lhe era lançada , o burro sacudia - a e saltava sobre ela .
Quanto mais terra lhe lançaram , tanto mais rápidamente alcançou a saída do poço ...


Claro que não passa de um pequeno conto com o intuito , como tantos outros , talvez mais elaborados , de nos " dizer " _ quando lhe atirarem terra , mesmo que esteja no fundo do poço , " abane - se - " _


Tenho a certeza que todos já passamos por esta necessidade de sacudir problemas [ alguns bastantes graves ] e continuar em frente . Por vezes , não só sacudi -los como medir forças vencendo - os .
Até com a própria morte .

Então porque é que um " pequeno senão " , por vezes , me deixa sem vontade de sacudir a terra , ficar quieta e não dar o salto ! ?
A complexidade do ser humano !!!

Im _ Agita Keiri _

3 comentários:

paulo disse...

Eu sei o que te está a acontecer .
quando até com a morte tiveste que medir forças havia grandeza nessa luta .não sabes e lidar com lutinhas .mas tu estas cá , onde há
muitos poços e muita terra .
quantas vezes é preciso dizer - te que é facílimo amar - te , mas que também incomodas muita gente .
se te apetece fica no poço , mas não por muito tempo

beijo grande

Lilazdavioleta disse...

Paulo ,

és um querido amigo .

Obrigada.

Beijo

AC disse...

"Então porque é que um " pequeno senão " , por vezes , me deixa sem vontade de sacudir a terra , ficar quieta e não dar o salto ! ?"
A vida tece-se de tantas formas...!

Beijo :)