A _ cor _ dar , é preciso !






Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi

sábado, agosto 28, 2010

Côr de transfiguração .



*

Quando chegou à beira do oceano fulgurante ,
parou para chorar . Revestiu - se de ornamentos ...
o adereço de plumas de quetzal , a máscara de turquesas .
E assim adornado , subiu a uma pira e lançou - lhe fogo ,
ele próprio o lançou , e cercaram -no as labaredas ...
e por isso que se chama Fogueira
ao lugar onde Quetzalcátl foi queimado .

E quando ardia e as cinzas ascendiam no ar ,
vieram vê-lo as aves ... guacamayas vermelhas ,
o brusco estorninho , o pássaro azulejo ,
piriquitos , papagaios amarelos ,
o pássaro branco que brilha ,
vieram vê - lo os pássaros sumptuosos .

Quando se extinguiu o fogo , subiu ao céu
e nele entrou o coração divino ,
e tornou -se a Estrela de Alva ,
a estrela que aparece primeiro . E ela apareceu ,
ela nasceu da morte do deus queimado .

Por isso é que o chamamos « Aquele Que Reina sobre a Aurora »

E ninguém o viu durante quatro dias ,
durante quatro dias ele desceu ao Reino dos Infernos ,
durante quatro dias ele conquistou muitos raios ,
e oito dias passados surgiu como um astro maior .

E agora reina .

Poema Azteca
_ Rosa do Mundo , 2001 poemas para o futuro _

*
*
Para Noslen ed Azuos .

1 comentário:

Noslen ed azuos disse...

Para cada lágrima um povo livre, para cada povo mil pássaros voam e para cada pássaro que voa um milhão de estrelas adorna seu vestido lilazdavioleta, muito obrigado pelo presente, é um belo poema cheio de simbolismos e guardar no coração

Bjs
ns