Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi




A _ cor _ dar , é preciso !


terça-feira, novembro 12, 2013

Côr de aniversário teu
















Olho
para as minhas mãos e súbito vejo 

as tuas.
Agora que envelhecem ,
começam a ser tu .
Não própriamente nas feições , mas no olhar ,

no sorriso , na  presença .

Agora que morreste , dou comigo a fazer as coisas

com  as  tuas mãos .
 
A nossa casa e a cara ranhosa do nosso pobre mundo.
Só que desanimo à primeira investida ... sempre  me
 

falta  a água ou o sabão  ou  sobretudo  o  impulso .

 
Teresa Rita Lopes

 
É isso Mãe ...   faltas - me . . .  o  impulso .!

4 comentários:

Luis Filipe Gomes disse...

Na imagem da sua presença reconheço a tua imagem.
Abraço apertado.

poetaeusou . . . disse...

*
Mãe
a nascente
do nosso Ser !
,
um mar de estima,
deixo,
*

São disse...

Sem palavras adequadas para te dizer, deixo-te um abraço apertado.

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Uma cor nostágica esta, provocada pela saudade doída daquele ser que mais nos deu no mundo.Sente-se a falta daquele " impulso " que um simples olhar nos dava;sente-se a sua presença constante em todos os momentos do nosso dia. Um abraço muito apertado de solidariedade neste dia em que a tua saudade mais aperta.Fica bem, amiga!
Emília