Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi




A _ cor _ dar , é preciso !


sábado, fevereiro 08, 2014

Côr de cada um




















Uns nasceram para cantar , outros para dançar ,  outros nasceram simplesmente para   serem  outros.  Eu nasci para estar calado. Minha única vocação é o silêncio. Foi meu pai que me explicou  . . .  tenho inclinação para não falar ,  um talento para apurar silêncios .







 
Mia Couto
imagem  _  Andrew  Ferez _ 


Há ,  porém ,  quem   considere  que   esta  característica   roça  a  
de  um   defeito . 
Não ,
o   problema  não  está  no  falar  pouco ,  mas  sim   em  não   ser  surdo .


5 comentários:

Luis Filipe Gomes disse...

Muito me entusiasma esta tua escrita a duas mãos, este teu diálogo escrito.
Já outros que fizeste bem mereciam ser lidos pelos seus autores, teus co-autores.
Beijos!

São disse...

Este teu complementar o que o autor escreve resulta bem interessante.

Bons sonhos, Maria

Maria Rodrigues disse...

Não é importante falar muito, o importante é ser sincero quando se fala e acima de tudo saber ouvir.
Beijinhos
Maria

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Ora aqui está uma grande verdade! Falar pouco pode ser considerado um defeito, assim como o falar muito; penso até que quem fala muito tem tendência a ouvir pouco; tem tanta necessidade de falar que se esquece do outro que também quer falar. Mas, cada um tem a sua cor, cada um é único na sua forma de ser e além disso o importante seria conseguirmos o equilibrio, falando quando é necessário e sempre, sempre com muita sinceridade; falar, sim, mas escutando também. Boa reflexão, amiga! Às vezes acho que falo demais. Beijinhos e boa noite. Gostei desta cor!
Emília

São disse...

Esperando que tudo esteja bem contigo, desejo boa semana