A _ cor _ dar , é preciso !






Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi

sábado, fevereiro 15, 2014

Côr de aquele que dá a vida





















Os   animais   não  podem  ser   humilhados  ou  destruídos .
Há  uma  epécie  de  dignidade  por  falta  de  recursos  morais ,  uma  inteireza  fundada  no  mundo  natural .  Por  meio  da  consciência ,  o  homem  alcança  o  poder  ou  a  vulnerabilidade  que  o  destroi . Escolhece - se  a  força  ou  a  destruição  própria ,  através  da  inspiração  passada  às  provas ,   na   enigmática  malha   da   vida ,  opondo   as   astúcias  do  talento  a   cada  repto  de  coisas È  o   génio  intimo   de  cada  um  . Génio  que  não  dá  paz ,  que  se   contenta  de  si ,  e  se alimenta   do  seu  mesmo   exercício .  O   poder   é   o  poder ,  mais  nada.
Um   bicho ,  depois  de  fugir   em   pânico ,  assenta   as   patas  na  terra   e  avança  inteiro ,  com   os  cornos   baixos ,  ele   todo  projectado  na  violência  da  cabeça . Passa  ou  não  passa .  Passa  ou  morre .  A   morte  é  o  seu   abismo . Não  pede  perdão .
Porque   a   inteireza   animal   é   cega ,  limpa   como   a   luz .










Herberto   Helder _  Os  passos  em  volta , [ excerto  ] _
imagem  _  andrey aranyshev _

3 comentários:

São disse...

Obrigada, mas mesmo, por me trazeres Herberto , de quem nunca consegui arranjar um livro, nem sequer através de Daniel Oliveira, seu filho.

Opção dele ,não permite reedições dos seus livros nem dá entrevistas nem faz declarações públicas.

Tenho que respeitar , mas discordo de todo da não reedição de livros, pois tudo quanto consegui foi uma colectânea de "poemas mudados para português": "O Bebedor Nocturno"...

Bom fim de semana

Mariazita disse...

Obrigada, amiga, pela tua presença e palavras elogiosas, que me soube muito bem ler.

Não sei se devido à sua ascendência judaica (que talvez tenha influenciado a formação do seu caráter) além de excelente poeta Herberto Hélder é também um grande pensador.
Este texto é bem prova disso.

Gostei muito da imagem, dá a ideia de ser antiga... será?

Desejo-te um Domingo luminoso.
Beijinhos

AC disse...

Maria,
Palavras para vestirmos como se fosse a nossa pele.

Beijo :)