A _ cor _ dar , é preciso !






Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi

sexta-feira, fevereiro 28, 2014

Côr de Paco de Lucia







 Obrigada , e  até  sempre  !

quarta-feira, fevereiro 26, 2014

Côr de . . . minhas mãos



Toquei  um  rosto  com  as  minhas  mãos  e  retirei - as  feridas  pelo  amor .
 Agora ,

o  esquecimento  acaricia  as  minhas  mãos .








António  Gamoneda
Imagem _  Diane  Desmarais _

domingo, fevereiro 23, 2014

Côr de não te demores




















Onde  não   puderes   amar ,
não
te   demores .








Frida Kahlo
imagem  _   Frida  kahlo  _

sábado, fevereiro 22, 2014

Côr de saudação









Quando
as  pessoas  se  encontram  ou  se separam ,  muitas vezes  cumprimentam-se  com  um  aperto  de  mãos  
ou  saúdam-se  de  longe  com  a  mão ,  pois sabem ,  instintivamente ,  que  a  mão  é  capaz  de  emitir  correntes  e  também de  as  receber .
Por isso , deve-se  estar  particularmente  atento àquilo que se  transmite  pela  mão .
Se  as  pessoas  se  saúdam ,  é  para fazerem  bem  umas  às outras, para darem mutuamente  algo  de bom .  
Senão , é  inútil .
Para aqueles que têm  a consciência  desperta , uma saudação é um gesto extremamente significativo e operante pelo qual eles podem encorajar , consolar , vivificar  as  criaturas.
As trocas  mais  poderosas , mais  benéficas , não são necessariamente aquelas que  se  faz quando há proximidade  física.
Pode-se transmitir  muito  amor e muita luz por um  gesto da mão  e  pelo  olhar que o  acompanha. 

Uma saudação  deve ser poderosa , harmoniosa , viva.
Então , que a vossa alma participe na vossa saudação !





 Omraam  Aïvanhov

 imagem  _  Evert  Ploeg _  

quarta-feira, fevereiro 19, 2014

terça-feira, fevereiro 18, 2014

Côr de lucidez perigosa




















Estou sentindo uma clareza tão grande
que me anula como pessoa atual e comum . . .
é uma lucidez vazia , como explicar ?
assim como um cálculo matemático perfeito
do qual , no entanto , não se precise .
 /
Pois sei que
essa clareza de realidade
é um risco.
Apagai , pois , minha flama , Deus ,
porque ela não me serve
para viver os dias.
Ajudai-me a de novo consistir
dos modos possíveis .
Eu consisto ,
eu consisto ,
amém.








Clarice  Lispector
imagem  _  Urszula Tekieli  _

sábado, fevereiro 15, 2014

Côr de aquele que dá a vida





















Os   animais   não  podem  ser   humilhados  ou  destruídos .
Há  uma  epécie  de  dignidade  por  falta  de  recursos  morais ,  uma  inteireza  fundada  no  mundo  natural .  Por  meio  da  consciência ,  o  homem  alcança  o  poder  ou  a  vulnerabilidade  que  o  destroi . Escolhece - se  a  força  ou  a  destruição  própria ,  através  da  inspiração  passada  às  provas ,   na   enigmática  malha   da   vida ,  opondo   as   astúcias  do  talento  a   cada  repto  de  coisas È  o   génio  intimo   de  cada  um  . Génio  que  não  dá  paz ,  que  se   contenta  de  si ,  e  se alimenta   do  seu  mesmo   exercício .  O   poder   é   o  poder ,  mais  nada.
Um   bicho ,  depois  de  fugir   em   pânico ,  assenta   as   patas  na  terra   e  avança  inteiro ,  com   os  cornos   baixos ,  ele   todo  projectado  na  violência  da  cabeça . Passa  ou  não  passa .  Passa  ou  morre .  A   morte  é  o  seu   abismo . Não  pede  perdão .
Porque   a   inteireza   animal   é   cega ,  limpa   como   a   luz .










Herberto   Helder _  Os  passos  em  volta , [ excerto  ] _
imagem  _  andrey aranyshev _

quarta-feira, fevereiro 12, 2014

Côr de vingança




















_  A    vingança    é    um   prato   que    se   deve
   servir   frio  _   diz  -se  .




Nem   frio   nem   quente .

O   requinte   está    em   não   servi – lo  ,  simplesmente . . .

alguém   esperando   por   algo   que   nunca   virá  !




imagem  _  Odilon Redon   _

sábado, fevereiro 08, 2014

Côr de cada um




















Uns nasceram para cantar , outros para dançar ,  outros nasceram simplesmente para   serem  outros.  Eu nasci para estar calado. Minha única vocação é o silêncio. Foi meu pai que me explicou  . . .  tenho inclinação para não falar ,  um talento para apurar silêncios .







 
Mia Couto
imagem  _  Andrew  Ferez _ 


Há ,  porém ,  quem   considere  que   esta  característica   roça  a  
de  um   defeito . 
Não ,
o   problema  não  está  no  falar  pouco ,  mas  sim   em  não   ser  surdo .


terça-feira, fevereiro 04, 2014

Côr de bom dia














Café   Baguim  do  Monte !




Agradeço ,   Ivone .

sábado, fevereiro 01, 2014

Côr de grande Teia




















Se o meu desgosto é ser , na grande Teia ,
mensagem virtual ou sopro vago ,
talvez me qeiras tu dar o teu rosto,
e eu , no teu corpo me transforme , em alma .









António Franco Alexandre
imagem  _   Almada   Negreiros  _