A _ cor _ dar , é preciso !






Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi

sábado, dezembro 09, 2017

Côr de soprando no vento





Por quantas estradas tem um homem de andar
Até que se possa chamar-lhe homem
?
Sim, e quantos mares tem uma pomba branca de cruzar
Até que durma na areia
?
Sim, e quantas vezes têm as balas de canhão voar
Até serem para sempre banidas?
A resposta, meu amigo, está soprando no vento
A resposta está soprando no vento .

Quantos anos pode uma montanha existir
Até ser levada para o mar 
?
Sim, e quantos anos têm algumas pessoas de existir
Até que lhes permitam ser livres
?
Sim, e quantas vezes pode um homem virar a cabeça
Fingindo que nada vê
?
A resposta, meu amigo, está soprando no vento
A resposta está soprando no vento .

Quantas vezes tem um homem que erguer o olhar
Até que possa ver o céu
?
Sim, e quantos ouvidos deve um homem ter
Até poder ouvir pessoas a gritar
?
Sim, e quantas mortes são precisas até que saiba
Que demasiadas pessoas morreram
?
A resposta, meu amigo, está soprando no vento


A resposta está soprando no vento .

 






Bob Dylan
imagem  _   Luis  Filipe   Gomes

2 comentários:

Luis Filipe Gomes disse...

Houve uma altura em que sabia dezenas das suas canções de cor. Acho que aprendi inglês a cantar essas canções e a tentar perceber o que significavam. Fui escrevendo as letras que ouvia nas cassetes para as sebentas escolares, às vezes alguém tinha uma letra copiada de algum disco de uma versão de outro cantor corrigiam-se os erros, os mal entendidos, às vezes ficava-se a perceber menos por causa da subjectividade poética. Um tempo diferente esse.

AC disse...

Uma canção (poema) intemporal.