A _ cor _ dar , é preciso !






Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi

quarta-feira, junho 10, 2009

Côr de O Poeta .



Náiades , vós, que os rios habitais ,
que os saudosos campos vão regando ,
de meus olhos vereis estar manando
outros , que quase aos vossos são iguais.

Dríades , vós, que as setas atirais ,
os fugitivos cervos derrubando,
outros olhos vereis que , triunfando ,
derrubam corações , que valem mais.

Deixai as aljavas logo , e as águas frias ,
e vinde , Ninfas minhas , se quereis saber
como de uns olhos nacem mágoas ,

vereis como se passam em vão os dias ,
mas não vireis em vão , que cá achareis
nos seus as setas , e nos meus as águas.


Luis Vaz de Camões
Quadro _ Columbano Bordalo Pinheiro _

Sem comentários: