A _ cor _ dar , é preciso !






Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi

quinta-feira, fevereiro 19, 2009

Côr de água lilás .



O avô Bento ,
em noites de cacimbo à volta da fogueira , nos
contou fumando o seu cachimbo , que ele próprio
esculpiu , em pau especial .
_ Dizia a estória se passou aqui mesmo , nas serras
ao lado , mas pode ser que fosse trazida de qualquer
parte da África .
Até mesmo do Oriente , onde dizem , também há
água lilás _ .
Se virmos bem , em muitos lados pode ter uma
montanha semelhante .
Eu só contei aquilo que o avô nos contou ,
não inventei nada.

_ Era uma montanha como as outras.
Tinha dois cumes principais ... o cume Lupi ,
onde nascia o rio do mesmo nome , e o cume
do Sol no extremo oposto.
No meio dos dois , havia um morrozito com
pedras , sem plantas nem arvores , apenas
capim baixo .
Era o sitio mais calmo e dali podia ver-se
melhor o luar de Lua cheia , por isso era o
Morro da Poesia .
Era uma montanha como todas as outras ...
mas seria mesmo ?! _

Pepetela

_ excerto de A Montanha de Água Lilás _

Sem comentários: