A _ cor _ dar , é preciso !






Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi

quinta-feira, setembro 17, 2009

Côr de uma torneira especial .



Era
criança quando vi esta torneira , e fiquei fascinada .
_ Tão grande ... E para abri - la , só um gigante _

Todas as vezes que saía com a minha Mãe pedia-lhe para
a
irmos espreitar _ podia ser que nesse dia acontecesse _
E lá íamos
.
E mais uma vez vinha triste _ ainda não foi desta _
O tempo passou e a torneira lá continua , seca .

Há dias resolvi fotografar um sonho ou se quizermos
uma esperança de menina .
A foto está má .
Mas não é importante .
O que senti , sim .
" Vi - me " pequena , a minha Mãe junto a mim , apertando na sua mão a minha .
e ,
sobretudo , vi o amor e a sabedoria de uma mulher que levava , pacientemente , a filha ver uma torneira que nunca deitaria água .

Obrigada Mãe
pelos
sonhos que não destruiste
e
pelos muitos " faz de conta " , em que colaboraste .



No sitio onde estás , já descobristes que estou a precisar da tua mão , como naquele tempo .

2 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Querida amiga, como é tão ternurento este teu texto. Esteja a tua mãe onde estiver, ela vai estender-te a sua mão. Mas desta vez não é para ires ver a torneira, que tu tens perninhas para andar e sabes o caminho, mas para outras "torneiras" que tue queres ver e/ou abrir...
Gostei imenso do teu texto.
Beijo.

Lilazdavioleta disse...

Olá Amigo Nilson ,
este teu comentário aqueceu - me , um bocadinho , o coração .
Obrigada .

Um beijo e tem um bfs.


Maria