A _ cor _ dar , é preciso !






Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi

quinta-feira, março 26, 2009

Côr de sábio



O
velho sábio abandonou a floresta dos mitos e encontrou um charco...
escutou uma rã e viu-a saltar .
Tão simples , pensou.
As rãs eram numerosas e desiguais , no charco onde viviam.
Talvez não seja assim tão simples, pensou.
E sentou-se à beira do charco ,
a vê-las e a ouvi-las ser diferentes umas das outras.!

Contos espirituais do Oriente

2 comentários:

flor-de-lótus disse...

Olá amiga.
Adorei o excerto de contos do Oriente.
Mas ou é de mim, ou do dia, acho que cada vez há menos rãs diferentes umas das outras

Lilazdavioleta disse...

Olá Flor-de-lótus ,
por isso ... o sábio sentou -se a observar ... talvez as ultimas .
Talvez tenhamos que fazer o mesmo ,
para acreditarmos na diferença .

Beijo e origada pela visita :)