A _ cor _ dar , é preciso !






Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi

sexta-feira, outubro 09, 2009

Côr de coisa simples .


Quero dizer-te uma coisa simples.
A tua ausência dói-me.
Refiro-me a essa dor que não magoa , que se limita à alma . Mas que não deixa , por isso, de deixar alguns sinais .

Um peso nos olhos, no lugar da tua imagem ,
e
Um vazio nas mãos, como se as tuas mãos lhes tivessem roubado o tacto .
São
estas as formas do amor, podia dizer-te , e acrescentar que ...
As coisas simples também podem ser complicadas ,
Quando nos damos conta da diferença entre o sonho e a realidade.
Porém , é o sonho que me traz a tua memória ,
e
A realidade aproxima-me de ti, agora que
Os dias correm mais depressa, e as palavras
Ficam presas numa refracção de instantes,
Quando a tua voz me chama de dentro de
mim e me faz responder-te uma coisa simples ...

Como dizer que a tua ausência me dói.

*
Nuno Júdice

4 comentários:

FA disse...

É preciso manter o sonho para suportar a realidade... A dor da ausência e a mágoa de não poder voltar atrás e consertar o desconsertado...
Gostei muito do fundo musical. Adoro guitarra. Quem toca?
Beijinhos

paulo disse...

Minha Querida ,
faço minhas as palavras do poeta .
Mesmo vendo o teu corpo não te encontro .
Para onde foste ?
Fazes falta .
Temos Saudades tuas .

Beijo enorme

Lilazdavioleta disse...

Bom dia Amiga FA ,
É ...

Eu também .
Este Senhor , Narciso Yepes , é um dos melhores , senão o melhor , a nivel da chamada musica clássica .

Muito obrigada pela visita e palavras .

Beijinhos

Lilazdavioleta disse...

Olá Paulo ,

Um dia destes volto .

Obrigada pelas palavras .

Um beijo , também , para ti .