A _ cor _ dar , é preciso !






Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi

domingo, outubro 25, 2009

Côr de dedos mágicos .

Carlos Paredes ... ...
O homem que a par dos seus dedos mágicos , exibiu , sempre , uma simplicidade e grandeza

de ser !

4 comentários:

hermetico disse...

Tive o prazer de o conhecer.
Alto, com um ar de desajeitado e ao mesmo tempo simples.
Com um coração próprio dos humildes, por natureza.

Lilazdavioleta disse...

hermetico ,
tenho " inveja " .
Conhecer seres como este Senhor , deve lavar - nos a alma por uns tempos , e obrigar - nos a "crescer " um pouco mais .

Obrigada pela sua visita .

Um beijo

Luis Filipe Gomes disse...

Tenho grande admiração por ele.
Repito algumas coisas que lhe ouvi dizer. Lembro-me dele sentado no banco do metropolitano, os bancos pareciam pequenos para o seu tamanho. Lembro-me dos seus dedos a dedilhar. Guardo um azulejo que pintei no dia da sua partida. Foi um dia quente de Julho. Quando estive fora de Portugal a sua música pungente ensinou-me a diferença entre a dor provocada pela nostalgia da ausência, da separação e a dor da saudade; uma dor mental, psicossomática, dor do que se perdeu para sempre.
Tenho saudade agora.
Luís

Lilazdavioleta disse...

boa noite luis,
Homens como ele não admiro , Amo .
Sinto ternura e gostava de o ter abraçado .
A minha ligação com os seres passa mais por gostar e amar .
Quando te disser que admiro alguém , significa que essa pessoa tem algo que a faz sobressair , mas que apesar disso , não me faz gostar .
Sabes ... feitios !
Quanto à saudade , nunca estive fora de portugal , a não ser por pouco tempo ( o máximo 2 meses ).
Mas mesmo cá , de quando em vez , sinto uma coisa parecida .E quando isso acontece , doi muito .Tenho saudade de algo que não me recordo .
Fica bem
Maria