A _ cor _ dar , é preciso !






Temos de nos tornar na mudança que queremos ver.

Mahatma Gandhi

quarta-feira, novembro 18, 2009

Côr de vem .



Vem.
Conversemos através da alma.
Revelemos o que é secreto aos olhos e ouvidos.
Sem exibir os dentes,

sorri comigo, como um botão de rosa.
Entendamo-nos pelos pensamentos,
sem língua, sem lábios.
Sem abrir a boca,
contemo-nos todos os segredos do mundo,
como faria o intelecto divino.

Fujamos dos incrédulos
que só são capazes de entender
se escutam palavras e vêem rostos.
Ninguém fala para si mesmo em voz alta.
Já que todos somos um,
falemos desse outro modo.
Como podes dizer à tua mão ... " toca",
se todas as mãos são uma
?
Vem, conversemos assim.
Os pés e as mãos conhecem o desejo da alma.
Fechemos pois a boca e conversemos através da alma.
a alma conhece o destino de tudo, passo a passo.
Vem, se te interessas, posso mostrar-te.


Rumi

6 comentários:

hermetico fagundes disse...

Vou. Como quem sonha, sem fatos, sem sapatos. Vou. Tão num como nasci. Vou sem disfarces. Mas não é preciso ir porque já lá estou.

Lilazdavioleta disse...

Olá hermetico fagundes ,
ou melhor , olá companheiro desse sítio onde já estás , e ,maravilha ,sem sapatos .

Obrigada pela visita .
Um beijo

paulo disse...

Claro que vou .
Contigo .

Beijos

Lilazdavioleta disse...

Paulo ,

tu vens . Mas o mais importante , é vires contigo .

Um beijo

Nilson Barcelli disse...

Gostei da foto e do poema que escolheste. Tens bom gosto, o que já não é novidade...
Vim e vou comigo, para estar um bocadinho contigo. E gostei.
Beijos.

Lilazdavioleta disse...

Olá Nilson ,
também gostei de estar um bocadinho contigo .

Beijos